Dúplex de carótida é um procedimento que utiliza ultra-som para detectar coágulos sanguíneos, placas de gordura e outros problemas de fluxo sanguíneo nas artérias carótidas. As artérias carótidas são localizadas no pescoço. Elas fornecem sangue ao cérebro.

Como é feito o exame:



O teste é feito em uma sala com pouca luminosidade, utilizando um aparelho de ultra-sonografia. Você será solicitado a deitar em uma maca e sua cabeça será apoiada para impedir que ele se mova.


O médico aplica um gel hidrossolúvel em sua pele e posiciona delicadamente um aparelho portátil chamado transdutor sobre a área das artérias carótidas no pescoço. O dispositivo emite ondas sonoras de alta freqüência para as artérias em seu pescoço. O gel ajuda a transmiti-las. Estas ondas atingem os vasos sanguíneos e retornam, formando imagens de sua estrutura.




Orientações antes do exame:

  • Uma preparação especial não é necessária. O teste é não invasivo e indolor.


Indicações:

  • Suspeita de trombose arterial
  • Pesquisa de estreitamento das artérias (estenose)
  • Pós acidente vascular cerebral (derrame)
  • Pós ataque isquêmico transitório (AIT)
  • Outras causas de obstrução nas artérias carótidas
  • Investigação de um som anormal (sopro) sobre as artérias carótidas no pescoço
  • Acompanhamento após um teste anterior
  • Estratificação de risco e pesquisa de aterosclerose






Resultados:

Um resultado normal significa que não há nenhum problema com o fluxo sangüíneo nas artérias carótidas. A artéria está livre de qualquer bloqueio, redução, ou outro problema. Um resultado anormal significa que existem perturbações no fluxo sangüíneo nas artérias carótidas. Este é um sinal de aterosclerose ou má formação do vaso sanguíneo.